Chapada dos Veadeiros

Desta vez saímos das praias paradisíacas de Fernando de Noronha e fomos para o interior de Goiás. Vamos fazer belas trilhas e encontrar paisagens maravilhosas em muitas cachoeiras. Nossa parada foi na Chapada dos Veadeiros!

À 230 km de Brasília, a Chapada dos Veadeiros é conhecida pelas suas belezas naturais como as famosas cachoeiras e pela constante aparição de extraterrestres. Conversamos com as pessoas locais e muitos deles dizem já terem visto ou tido contato com algum “serumaninho” de outro planeta.

Salto 120 Parque nacional

A chapada é o local considerado mais propício para aparição de OVNI’s pois a cidade está sobre um grande bloco de cristal, no qual especialistas afirmam que atraem vibrações diferentes. #Creemdeuspai

Chapada dos Veadeiros

Antes da viagem é bom recomendarmos que os viajantes tomem vacina de febre amarela. Vai que né?

Começamos a viagem em Brasília, aonde alugamos um carro e partimos para a cidade de Alto Paraíso de Goiás. Durante os 8 dias por lá, tentamos acordar cedo para aproveitar ao máximo todas as belezas naturais da Chapada dos Veadeiros. Ficamos hospedados no hostel Reges (com suítes muito boas, aliás) e posteriormente no hotel da cidade Tapindaré.

Vale ressaltar que em quase todos os lugares de visitação são necessários o pagamento de entrada, por isso não estranhem.

Almécegas I, II e São Bento

Nosso primeiro dia começou com a visita em 3 cachoeiras lindas: Almécegas I, II e São Bento. Saindo de Alto Paraíso, elas ficam localizadas a 8 km sentido São Jorge. Para as Almécegas I e II é necessário uma trilha de grau médio com cerca de 1 km. Ao chegar ao local, o visual é deslumbrante: um paredão de água fina e cristalina, que escorrem sobre os 30 metros de pequenos platôs. A água gelada está inclusa!

almécegas chapada dos veadeiros

Para os mais aventureiros é possível contratar o serviço de Rapel como nessa cachoeira com o pessoal da Travessia. 

Para chegar a São Bento é mais simples, fica apenas há 300 metros de trilha da entrada da Fazenda. Lá é possível entrar no pequeno espaço atrás da cachoeira, ver morcegos dentro da gruta e se balançar na corda pendurada na árvore para cair na água. Bemmmm Legal!

Ainda tínhamos algum tempo disponível e para não ficar sem fazer nada, conseguimos encaixar o Vale da Lua neste dia. É um dos lugares mais visitados de toda a Chapada dos Veadeiros.

Foram mais 16 km de estrada e depois uma trilha de grau médio de 300m para se chegar nas impressionantes formações rochosas. O local é formado por rochas de granito que vem sendo esculpidas a mais de 600 milhões de anos, formando desenhos parecidos com a superfície da lua. Ao final das formações rochosas há uma piscina para banho. Lá você pode perguntar ao monitor aonde é o “buraco”. Esse local você consegue passar por dentro das pedras e se sentir dentro de cavernas com a água batendo em suas costas. Vale a pena!

Cuidado nos dias de chuva, pois as pedras escorregam MUITO! Um sapato adequado é sempre bom!

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros

Fomos de encontro ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, um Patrimônio Mundial Natural da Humanidade. Lá existe um centro de apoio ao turista com boa infraestrutura, bebedouros, banheiros e informações.

trilhas da chapada

Escolhemos fazer a trilha “Canions e Cariocas”, com aproximadamente 12 km. Dá pra fazer numas 4 horas, num ritmo bom, contando com o tempo nas cachoeiras. Chegamos cedinho e acabamos um pouco depois das 13h.

O percurso é bem bonito com algumas sombras, mas mesmo assim, é muito quente! Pode dobrar o carregamento de água, que vale o peso. 2 litros para cada pessoa no mínimo.

Para recarregar as energias, um belo ponto de relaxamento ao final do dia são as Águas Termais. Há 3 piscinas naturais, com água quentinha da nascente.

Janela do Abismo

janela do abismo veadeiros

Esse dia foi marcado pelo cansaço! Fomos para a famosa Janela do Abismo e depois Raizama. Foram 40 km de estrada até o estacionamento (um grande cristal com uma árvore em cima). De lá partimos pela trilha, passando pela única casa de controle de entrada. A trilha é demarcada por setas no chão, nas pedras e árvores, e pode ser que os participantes se percam por não visualizarem alguma delas (como o que aconteceu conosco). Por isso, é muito recomendado o uso de guia, pois além de má sinalizada, a trilha é de alto grau de dificuldade, com muita subida e descida. Mesmo com o sol tampado por nuvens, o calor era de muito forte. Ou seja, levem pelo menos 4 litros de água para os 16 km feitos em 8 horas de caminhada.

Ao chegar ao local, há uma bela vista panorâmica da Cachoeira Salto 120. Como já sabíamos, era difícil encontrar a tal da janela. Apenas quando estávamos indo embora conseguimos encontrá-la.

Apesar das dificuldades, do calor e do cansaço, valeu muito à pena. Conheça os guias locais e não entre em uma furada.

janela do abismo chapada dos veadeiros

Como ainda havia luz do dia, os incansáveis aventureiros foram tomar banho de cachoeira em Raizama. Uma trilha leve com diversos pontos de parada para banho, incluindo no meio dos cânions. Lugar aonde você vai se sentir na pré-história.

Cachoeira Santa Bárbara

Cachoeira Santa Barbara Veadeiros

Foi dia de conhecer uma das cachoeiras mais bonitas da Chapada: a Cachoeira de Santa Bárbara! Ela fica a quase 30 km de Cavalcante e está localizada dentro da Comunidade Kalunga, da tribo Quilombola. Para chegar à cachoeira é preciso passar por uma espécie de Centro Turístico montado dentro do Engenho II, um dos núcleos da Comunidade. Dalí para frente você só pode seguir com guia, jovens da própria comunidade, que cobram um preço fixo de R$70,00.

A trilha até a cachoeira não é difícil, mas exige certo preparo para passar por trechos estreitos entre árvores. Mesmo assim, qualquer esforço é válido. O lugar é maravilhoso!!! Mas, como o dia não estava bom, ao invés do tão esperado azul, as águas estavam esverdeadas.

De lá, fechamos com nossa guia para conhecermos a Cachoeira da Capivara, que é um passeio opcional e cobrado a parte. O seu tamanho e os diversos pontos de foto deixam as pessoas encantadas pelo local.

Saltos 120 e 80

Chapada dos Veadeiros Salto 120

Voltamos ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros para fazermos a Trilha dos Saltos (a das setinhas vermelhas), que nos leva ao incrível mirante lateral do Salto de 120 metros. Uma das coisas mais fascinantes que eu já vi. Logo em seguida a cachoeiras do Salto de 80 metros e Corredeiras do Rio Preto. A trilha é bastante cansativa e um pouquinho difícil, são 11km de caminhada e o sol nos castigou. Água, muita! Protetor solar e bom humor foram imprescindíveis neste dia de mais de 6h de caminhada, mas o banho de cachoeira no Salto de 80 m compensou tudo. =)

Macaquinhos

Vale dos Macaquinhos! Situada à 42km de Alto Paraíso, sendo 31 km de estrada de terra, este é um passeio para o dia todo e atende a público de todas as idades. Aqui cachoeira é que não falta. No total são 8 pontos entre cachoeiras e poços, espalhadas ao longo de uma trilha de 4km no curso do Rio Macaquinhos. Tem para todos os gostos: quedas pequenas, um poço para pulos de uma pedra de 10 metros de altura e outras cositas más. Não deixe de ir até o final, pois além de passar pelo Jump, tem a cachoeira do banho pelado. SIM, é de nudismo.

Couros e Cristais

Fomos para mais um espetáculo da chapada, as Cascatas dos Couros. Um dos principais atrativos da Chapada, Couros fica a 18 km de asfalto e 35 km de terra sentido Brasília, saindo de Alto Paraíso. Os 3 km de trilha média são recompensados ao se chegar as imensas quedas d’águas onde se pode chegar bem perto, e em dias de pouca chuva, até entrar. Não parávamos de repetir “nossa, olha isso”, de tão linda que era. A trilha é muito legal, seguindo o curso do rio, andamos ao lado de diversas quedas, uma mais linda que a outra.

Na nossa ultima parada, fomos para Cachoeira dos Cristais. Saindo de Alto Paraíso sentido Cavalcante, cerca de 5 km de asfalto e 3 Km de terra se chega a entrada da fazenda. Durante a trilha de nível fácil, com 400 metros, caminhamos todo o tempo ao lado do Rio tendo diversos pontos de parada e foto. O fim da trilha se dá na cachoeira dos Cristais. Linda, muito linda, mas muito gelada também.

Chapada do Veadeiros. Que lugar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *